A intensa chuva em MG têm castigado o estado, provocando muitas perdas. Saiba os riscos que as chuvas intensas trazem para a população e os locais que foram atingidos.

Ao todo o estado registrou 25 mortes em todo território devido às chuvas intensas. Já o número de desabrigados, chega a marcar um número de 7.735. Cerca de 47% dos municípios do estado de Minas decretaram situação de emergência.

Veja aqui neste post, quais foram as cidades que sofreram com as chuvas no estado mineiro:

Cidades atingidas pelas chuvas

Cidades atingidas pela intensa chuva em MG

Muitas foram as áreas atingidas pelas fortes chuvas em Minas, inundações e enchentes, desabamentos e a perda de bens materiais foram um dos desastres que deixaram milhares de mineiros aflitos.

Capitólio

Capitólio é um dos pontos turísticos de Minas, com várias belas paisagens e que recebe todos os anos muitos turistas. E neste ano, o município foi vítima de muitos desastres, por causa das chuvas intensas.

Um dos acontecimentos que marcou todo o país, foi o que ocorreu no dia 8 de janeiro. Um dos paredões no lago de Furnas caiu, atingindo vários barcos que estavam no local. O acidente deixou 10 mortos e 27 pessoas feridas.

O fato aconteceu devido as fortes chuvas que acometeram o local, que por ser cercado por rochas, que compõe um dos mais belos cânions do país, ao sofrerem o impacto das chuvas muito intensas não suportaram e cederam.

Nova Lima

Nova Lima foi outra cidade que sofreu com as chuvas do início do ano, que causaram o transbordamento do dique da Mina Pau Branco, da Vallourec. As águas invadiram a BR-040, interditando a passagem de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro.

No entanto, as autoridades afirmaram que não houve o rompimento da barragem.

Belo Horizonte

Na capital mineira muitos foram os estragos que as chuvas causaram, diversas ruas foram interditadas e uma casa desabou, devido a intensidade das chuvas. A Avenida Tereza Cristina ficou alagada depois que o córrego Ferrugem e o Ribeirão Arrudas transbordaram.

Outras duas avenidas que foram atingidas, foram a do Canal e Senador Levindo Coelho, elas foram alagadas após o transbordamento do córrego Jatobá. Uma casa também desmoronou no bairro São Pedro, ao todo o município registrou uma morte.

Betim

Em Betim, o nível do Córrego Bandeirinhas elevou e invadiu algumas casas, e o nível do Rio Paraopeba está subindo. O reservatório Rio Manso já atingiu 100% de sua capacidade.

Outra barragem que também já alcançou o limite de sua capacidade, foi a da Várzea das Flores. O município também teve uma morte.

Brumadinho

Em Brumadinho uma árvore de grande porte caiu na MG-040, e a rodovia ficou bloqueada pelos galhos que caíram, o Rio Paraopeba invadiu as ruas. Além disso, o município registrou cinco mortes em decorrência das chuvas.

Contagem

Contagem também teve sua Via Expressa interditada, no dia 8 de janeiro. Também ocorreu um deslizamento de terra que atingiu um carro que estava na via. O acidente não causou nenhuma vítima, além de outros pontos da cidade que foram inundados.

Itabirito

Pontos da Rua do Carioca e algumas vias do centro no município de Itabirito ficaram alagados após o transbordamento do Rio Itabirito.

No bairro Novo Horizonte, que pertence ao estado, uma casa desmoronou e causou o soterramento de um casal que vivia na casa, eles foram atendidos e estão bem.

Mário Campos

Mário Campos também foi atingido pela árvore que caiu na MG-040. O município foi um dos que foram prejudicados pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, e as fortes chuvas carregaram a lama e minério para dentro das casas.

Ibirité

Em Ibirité as fortes chuvas fizeram um barranco deslizar que atingiu algumas casas na Avenida Madureira em Durval de Barros. De acordo com autoridades, isso provocou o desabamento de cinco casas e duas pessoas ficaram presas nos escombros, que foram encaminhadas com vida ao hospital.

Sete casas foram interditadas e 40 pessoas aproximadamente ficaram desalojadas e sob os cuidados da Defesa Civil.

Raposos

O Rio das Velhas transbordou em algumas ruas do centro de Raposos. Cerca de 300 casas no município ficaram inundadas e as autoridades estavam orientando as pessoas que estavam em situação de emergência no município a saírem de suas casas como forma de prevenção.  

Os bairros Várzea do Sítio, Matadouro, Vila Bela e a área central do município foram os que mais sofreram com as chuvas.

Congonhas

O município de Congonhas também sofreu com as fortes chuvas, rios transbordaram, ruas foram alagadas e várias pessoas ficaram ilhadas. A grande preocupação dos moradores é a barragem da CSN, mas ela ainda não houve nenhuma ocorrência.

São Joaquim de Bicas

Em São Joaquim de Bicas, a estrada que liga a cidade até Brumadinho virou um rio. O alagamento inundou e interditou todo o caminho.

Juatuba

Militares foram chamados para retirar pessoas que ficaram ilhadas, em Cidade Nova, um dos bairros de Juatuba, e nove pessoas precisaram ser socorridas.  

Caratinga

O município do interior do estado de Minas, foi outra parte do estado que sofreu com as chuvas no início do ano. O município registrou duas mortes devido aos danos causados pelas chuvas.

Coronel Fabriciano

Coronel Fabriciano teve uma vítima devido às fortes chuvas. O município também foi outro lugar que teve ruas interditadas e atingidas por deslizamentos causados pelas chuvas.

Por isso, é importante tomar alguns cuidados para evitar que situações mais graves ocorram. O Corpo de Bombeiros já está notificando os moradores que têm suas casas em situação de risco.

Siga as recomendações das autoridades e se possível evite sair de casa durante as chuvas. Outra dica importante é evitar locais propícios a desmoronamento, durante o período das chuvas.

E ajude, como muitas pessoas perderam seus pertences e casas, toda a ajuda é bem-vinda. Doações estão sendo recolhidas para ajudar aos desabrigados, e a colaboração de todos nessa hora é muito importante, pois quanto maios ajuda melhor. 

Procure os postos de coleta de doações, seja generoso e o que for possível doar ofereça para quem precisa.

 

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.