O novo surto de gripe que está se espalhando pelo país, tem alertado as autoridades de todo Brasil. Vamos falar um pouco sobre essa nova gripe e dar dicas de cuidados para prevenir a contaminação com a doença.

O que é a H3n2?

Esse é mais um subtipo de variação da Influenza A, e como possui sintomas parecidos, ela pode ser confundida com a Covid-19. A gripe causou uma epidemia no estado do Rio de Janeiro, e está avançando para outros estados brasileiros.

Como seus sintomas são parecidos, vamos mostrar aqui como saber diferenciar a H3n2 das demais gripes e principalmente a como identificá-la:

Sintomas da H3n2

O novo surto da gripe ou a nova gripe como ficou conhecida, possui sintomas comuns aos da gripe comum, os principais são coriza, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça, fraqueza e febre.

No entanto, ela pode apresentar sintomas mais graves quando o caso está mais avançado, como desmaio, falta de ar, chiado no peito, febre de difícil controle ou convulsões que são sinais de quando a consulta ao médico faz-se necessária.

Tratamento da H3n2

O tratamento para a nova gripe vai depender de acordo com o caso em que o paciente se encontra. Quando ele ainda está com os sintomas leves o indicado é que se faça um isolamento de 7 dias e faça o tratamento em casa, se hidratar, fazer repouso, ter uma boa alimentação, e usar medicamentos para amenizar febre e dores.

E no caso dos sintomas mais graves é importante que se forem percebidos procure a ajuda do médico imediatamente. Nesse caso, primeiramente é necessário que se faça os exames de testagem para identificá-la.

Se comprovado seu diagnóstico, existem medicamentos e tratamentos que serão indicados para o combate a influenza como, oseltamivir ou Tamiflu, que é um antiviral usado no tratamento da influenza.

Porém, esse medicamento pode causar alguns efeitos colaterais como náusea, dor de barriga e enjoo e alguns outros efeitos que são mais raros, que estão descritos na bula do medicamento.

Portanto, é preciso que se faça a consulta ao médico para que ele avalie se existem riscos de complicações durante o tratamento, principalmente para os casos em que a pessoa possui problemas nos rins ou fígado.

A vacina

A vacina ainda não está atualizada com o novo subtipo H3n2, porém a que foi utilizada na temporada atual e a da anterior apresentou resultados eficazes. Em uma reunião da OMS (Organização Mundial da Saúde) as cepas que devem compor o imunizante foram definidas:

As vacinas que serão produzidas ainda este ano, assim como as do Instituto Butantan serão feitas a partir de ovos de galinha e deverão conter as cepas: Influenza A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09, Influenza A/Darwin/9/2021 (H3N2), Influenza B/Austria/1359417/2021 (linhagem B/Victoria).

De acordo com os desenvolvedores da vacina, ela tem o objetivo de induzir o sistema imunológico a produzir anticorpos para neutralizar a maior quantidade de vírus da gripe.

Cuidados para prevenir a gripe

Como é uma nova variação, alguns cuidados são essenciais para evitar a contaminação com o novo subtipo da influenza.

Evite aglomerações

Assim como a COVID-19, o vírus da Influenza também possui alto nível de contágio e pode ser propagado facilmente entre as pessoas. No caso de aglomeração esse nível só aumenta o que torna a contaminação ainda maior.

Use máscara

A máscara facial também é essencial para evitar a contaminação, outra dica importante é cobrir o rosto ao tossir. Como o vírus se propaga através do ar, essa medida evita que ele se espalhe.

Higienize as mãos com álcool

Assim como a máscara, higienizar as mãos evita que o vírus se dissemine entre as pessoas, pois o álcool ajuda a matar os vírus ali presentes.

Não compartilhe objetos pessoais

Outra dica importante, como o vírus é contagioso caso haja o contato com uma pessoa infectada, o objeto pode ser contaminado. E uma vez contaminado pode transmitir para outras pessoas que entrarem em contato com ele.

Fique atento a qualquer sintoma

Tome bastante cuidado ao surgimento de qualquer sintoma, ao perceber algum dos sintomas mais leves, se possível faça um isolamento de sete dias e realize o tratamento para gripe comum.

E no caso de perceber algum sintoma mais grave procure o médico imediatamente. Em todos os casos é importante fazer a testagem para verificar de qual doença se trata, assim você saberá qual o tratamento correto para seu tipo de doença.

Em casos de sintomas graves procure o médico

Nos casos em que os sintomas são mais graves é indispensável que se procure um profissional para um diagnóstico eficaz e o tratamento imediato. Quanto mais rápido for o tratamento maiores são as chances de cura, além de evitar que a doença se agrave para um quadro mais complicado.

Situação do H3n2 no Brasil

O final do ano de 2021 foi marcado pelo grande número de pessoas infectadas pelo novo subtipo de Influenza. No Rio de Janeiro, estado mais afetado pelo vírus, a disseminação da gripe passou para o nível de epidemia, que é quando ocorrem vários surtos em diferentes locais.

Em São Paulo, houve um aumento significativo nos casos de pessoas com sintomas gripais. A Secretária Municipal de Saúde registrou 111.949 pessoas com sintomas de gripe, dentre elas aquelas que possuíam suspeita de COVID.

Em Salvador também houve um aumento nos casos de pessoas com sintomas de gripe. Por isso, o estado iniciou uma campanha para levar a população a se vacinar, essa foi uma medida adotada para tentar conter o avanço da contaminação.

Outro estado que apresentou um aumento significativo foi Belém, esse aumento teve reflexo nos atendimentos nas unidades de saúde do município que quase duplicaram os números de casos.

Portanto, iniciaram-se as campanhas de conscientização de vacinação de toda a população no país. É importante também que a população se conscientize quanto à testagem para identificar qual o vírus, e saber qual o tratamento correto e a se buscar.

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.